terça-feira, 21 de setembro de 2021

Intuição feminina - Loucura ou Instinto ?

Sabe aquela capacidade de antecipar ou antever algo sem saber muito bem o por quê? A está capacidade damos o nome de intuição.




Nossas ancestrais são a maior evidência dessa potencialidade feminina, não é a toa que durante tanto tempo a mulher foi vista como um ser sagrado.

Toda mulher é dotada deste dom mas parece que se esqueceu disso...

Intuição feminina - Loucura ou Instinto ?

Desde a instalação do patriarcado que aconteceu por volta de 3100 a.c a mulher vem se afastando de sua pura essência, assim como de sua intuição e sabedoria ancestral.
As mulheres foram queimadas como bruxas, forçadas a se adequar a um padrão sócio-cultural que aos poucos foi neutralizando todo seu poder feminino, para isso eles nos separaram umas das outras, trataram como doença nossa sexualidade e chamaram de loucura nossa intuição.




A primeira coisa que eu preciso que você compreenda dentro deste contexto é que a minha fala aqui não é sobre poder, sobre igualdade, é sobre resgate de essência.
Homens e mulheres trazem energias e características diferentes e isso não está relacionado com a sexualidade, é algo muito mais sutil.
Essa briga por poder e pela submissão do outro não promove o equilíbrio e é isso que nos falta, seja o patriarcado ou o matriarcado quem esteja dominando o isolamento dessas polaridades prevendo que uma se sobressaia sobre a outra tende a ser um tremendo fracasso.
Bem vamos retomar o raciocínio...

A intuição

O que de fato é a intuição? Porque ela é tão importante?

Em termos práticos a intuição é aquele radar que nos avisa sobre o perigo, que nos impulsiona a tomar ou não determinadas decisões.
TODAS as mulheres tem esse incrível poder.
Não estar atenta a intuição pode fazer com que nos tornemos vulneráveis e caminhemos vivendo a própria sorte.
Então afinal de contas intuição é loucura ou instinto?
Para compreender profundamente essa questão vamos buscar a definição do que é instinto. Instinto é definido como: impulso interior que faz um animal executar inconscientemente atos adequados às necessidades de sobrevivência própria, da sua espécie ou da sua prole, já loucura: distúrbio, alteração mental caracterizada pelo afastamento mais ou menos prolongado do indivíduo de seus métodos habituais de pensar, sentir e agir.
Loucura seria duvidar da nossa intuição.

A questão é que de tanto ouvirmos que a nossa intuição é loucura começamos a acreditar, duvidamos quando ela bate a porta tentando alertar sobre algo ou alguém e vivemos situações que poderiam ter sido evitadas.
Acredite a vida poderia ser muito mais fácil se acreditássemos em nós mesmas.
Então você pode estar se perguntando mas como vou ter certeza de que minha intuição está realmente me guiando para o  melhor caminho? E eu te respondo, não é racionalizando que você vai descobrir essa resposta.
A intuição é sútil e para acessar é preciso olhar pra dentro de si e confiar, pois ela jamais se engana.
Ela sempre vai mostrar não aquilo que você quer ver, mas aquilo que você  precisa ver, a fim de te proteger, muitas vezes a gente escolhe ignorar e isso é colocar nossa conta em risco, se afastar ainda mais do nosso eu superior, da nossa essência.

Recorde agora de algum pressentimento que tenha tido e preferiu ignorar...
Tenho certeza que isso aconteceu mais de uma vez e o final sempre foi trágico.

Ignorar sua intuição é como ignorar que precisa do ar, da água, da terra e do fogo para sobreviver.
 
Está mais do que na hora de realizarmos o resgate desse poder!
Para quem entende que a intuição não é loucura e é parte fundamental do eu feminino indico a leitura do livro Mulheres que correm com os lobos, especialmente o trecho que conta a história do Barba Azul.

E deixo a seguinte reflexão: A quem interessa que você seja vulnerável?

Nenhum comentário:

Postar um comentário