sábado, 9 de janeiro de 2021

Saber quem Eu sou faz toda a diferença

Olá meus amigos é realmente um prazer estar aqui com vocês.

Hoje quero escrever sobre um tema que embora pareça óbvio é de uma profundidade impressionante capaz de mudar sua vida completamente...

E então quem é você?

Se você me fizesse essa pergunta a tempos atrás eu diria: "Prazer eu sou a Monica, sou terapeuta e professora, sou a mãe do pequeno Guilherme e esposa do Alê". 

Obviamente essa não sou eu em essência são apenas representações minhas para que as pessoas possam de fato me reconhecer, mas está longe de ser quem eu realmente sou.

Quando crianças de acordo com as poucas habilidades que temos precisamos do apoio dos nossos pais para nos desenvolver, isso se estende a professores e mais a frente até mesmo nossos amigos e o contexto cultural onde vivemos podem também influenciar na construção da nossa personalidade.

A questão é que quando crianças não nos preocupamos em saber se aquilo que estão nos ensinando está certo ou errado e normalmente os adultos que nos cercam também acabam por ignorar a nossa individualidade e gostos pessoais nos tornando reflexo daquilo que eles são.

Percebe que somente nessa breve reflexão já vemos a grande influência externa na construção do que somos?




O que acontece depois é que vem a fase adulta e muito daquilo que aprendemos não ressoa mais com aquilo que somos em essência, então surge aquele vazio gigantesco, vazio esse que muitas vezes é preenchido pelo trabalho, drogas, relacionamentos abusivos, excessos de todas as formas, mas nada do que se faça é o suficiente.

Alguns de nós se prende tanto a imagem que foi criada que vivemos a vida toda sem nos encontrar com a felicidade, uma eterna frustração chegando a acreditar que se a vida está sem cor esse é o destino e tá tudo bem...

Voltando a ser criança...

Sabe aquele momento em que você percebe que para encher um pote as vezes é preciso esvaziá-lo?

Pois bem é nesse momento que voltamos a ser crianças durante a vida adulta, quando bate aquele momento de falta de conexão com a realidade que estamos vivendo surge o vazio porque esvaziamos o pote e o que temos que fazer logo após esvaziá-lo? Enchê-lo novamente.

Mas não enche-lo de qualquer coisa, lembre-se que a essa altura você já sabe bem o que ressoa com você e o que não ressoa, além disso nós contamos com um ferramenta chamada AUTOCONHECIMENTO que pode clarear esse processo de reconstrução da nossa pura essência mas agora do nosso ponto de vista, entendendo que sou o que sou não o que acham que sou.



Rumo a liberdade...

Quando eu sei quem sou, sou completo, não dependo da aprovação do outro pra ser feliz, terminam as carências, quando sei quem sou tomo o controle da minha vida sem culpa, entendo que eu mereço o melhor.

Saber quem somos nos torna livres e conectados com a nossa pura essência.

Isso faz com que você viva seu potencial máximo aqui na Terra, tenha uma vida plena motivo pelo qual estamos aqui, acredite essa ideia de que estamos aqui para ser punidos ou para vivermos em um sofrimento constante é a maior mentira que nos contaram, e essa mentira aprisiona muitas pessoas a um padrão social que as impede de avançar como se isso fosse completamente impossível, mas não é.

O caminho para essa libertação está completamente ligado ao Autoconhecimento, a busca pela verdade interior, mas também a quebra de paradigmas antigos que só podem ser anulados através da busca pelo conhecimento.

Acredite muitos dificultam esse processo de expansão, por isso esvaziar o pote como falamos acima é questão de escolha, assim como é questão de escolha tudo aquilo que você vivência em sua vida a partir do momento em que você toma  consciência do seu poder interior.

Saber quem EU sou faz toda a diferença.


Nenhum comentário:

Postar um comentário